Sobre este blog

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Bacalhau com nova roupagem no Tejo

O recém inaugurado Tejo Restaurante já anuncia novidades em seu cardápio e a estrela é o bacalhau, que chega em novas receitas, entre elas a original Surpresinha de Bacalhau, com mandioca, hortelã e couve frita. A casa de culinária tradicional portuguesa continua oferecendo os cardápios especiais de almoço durante a semana, além da clássica feijoada aos sábados e a paella de frutos do mar aos domingos.

Surpresinha de bacalhau
Comandado pelo renomado restaurateur Manuel Pires, que inaugurou o Espaço Gourmet do ParkShopping com o Antiquarius Grill em 2011, a nova Casa vem preencher a lacuna deixada por outras casas portuguesas, como o proprio Antiquarius e A Bela Sintra, que fecharam as portas em Brasília. 

Com pouco mais de um mês de funcionamento na 404 Sul, Tejo ampliou seu cardápio com duas sugestões: Bacalhau Tejo (lombo de bacalhau grelhado sobre batatas assadas, azeitonas,  ovo cozido e cebola puxada no azeite com vinho branco Gerês) e Surpresinha de bacalhau (bacalhau com mandioca, hortelã  e couve frita).
Salão principal
Outras tentações são o Bacalhau Dourado (que vem desfiado com batata palha e ovos batidos temperados); Filé à Tejo (filet mignon fatiado, ao molho de mostarda, creme de leite, ervas secas, mostarda e batata palito); Camarão à Tejo (flambado no conhaque com molho rosado, curry, orégano, coentro e arroz de amêndoa) e Paleta de Cordeiro (assada no forno à moda caseira e servida com feijão branco guisado com ervas e arroz ao molho da assadeira). 

Para quem não resistir às ricas sobremesas portugueas, não podem faltar os doces conventuais como barriga de freira, toucinho do céu, sericaia e encharcada de ovos.

No cardápio especial de almoço, de terça a sexta, há 12 opções de escolha como o Picadinho à Paulista, Truta ao molho de amêndoas e Arroz de pato, com preços que variam de R$ 39,00 a R$ 79,00, que incluem dois acompanhamentos e a sobremesa Siricaia. Durante a semana há ainda o prato do dia: Escalopinhos à moda do chefe com purê de maçã (terça-feira); Filé  à Nicola (quarta-feira); Rabada com agrião (quinta-feira) e Dobradinha de ouro (sexta-feira). 
Como boa casa portuguesa, não pode faltar o Bacalhau Espiritual
No sábado, a Casa serve a tradicional Feijoada (R$90,00 para duas pessoas e R$49,00 para uma pessoa), e no domingo, a Paella de Frutos do Mar (R$120,00 para duas pessoas e 68,00, individual). Alguns pratos do menu regular servem duas pessoas, como o Bacalhau à Gomes de Sá e o Arroz com frutos do mar. Ainda é possível optar pelas sopas, massas e saladas. E claro, para beliscar, Pasteizinhos de Bacalhau, Risoles de camarão e Lulas à sevilhana são pedidas infalíveis.

O Tejo Restaurante foi inaugurado em dezembro, quando o casal Manuelzinho e Natividade Pires, ao lado do sócio-investidor, o empresário do setor gráfico Jadelito Moura, recebeu convidados e jornalistas, para uma degustação de pratos preparados pelo chef Custódio Rodrigues. Os pratos foram harmonizados com espumantes e vinhos tintos escolhidos pelo maître-sommelier Mário Vieira.

Tejo Restaurante
404 Sul, bloco B, loja 27
Abre de terça a sábado para almoço e jantar e apenas almoço aos domingos
61 8311 1951 

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Alta qualidade de mobiliiário por menos

O showroom da Quartos Etc. de Brasília vai mudar e todos os móveis dos ambientes criados em 2015 por arquitetos e designers de interiores renomados estão à venda com pronta entrega e descontos de 40%.
Conceito de Betta e Roberto Pollis
A oportunidade é de atualizar ou renovar completamente os quartos e outros espaços da casa com produtos de alta qualidade e preços excepcionais. Os móveis, produzidos com madeira certificada em uma fábrica não poluente, se destacam pelos acabamentos exclusivos e personalizado, com mais de 700 cores em diferentes.  
Ambiente assinado por May Moura
 Quarto para meninos adolescentes, por Barbara Paiva
Mobiliário versátil permite o escritório idealizado por Nardim Junior
A Quartos Etc. foi criada pelas empresárias Teresina e Maria Aparecida Cenacchi, que enxergaram grandes oportunidades nesse mercado em São Paulo. Com 30 anos completos em 2015, a empresa está sob a direção de Alessandro Cenacchi, Maria Gabriela Cenacchi e Ana Paula Scarso. Além da loja de Brasíia, na  QI 19 do Lago Sul, a marca está em São Paulo (capital), em Vitória (ES) e Rio de Janeiro (RJ).

Quartos Etc. Brasília
SHIS QI 19, Comércio Local, bloco "C"
61 3248 8200 

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Ano Novo, closet novo

2016 já vai correndo e cada vez mais urge evitar perder tempo com coisas banais. Um armário bem organizado poupa tempo e estresse. O desapego de peças de vestuário que não usamos abre espaço para o novo e ainda pode fazer a alegria de alguém. 
Um espaço bem organizado significa tempo ganho = qualidade de vida

O espírito de renovação que um ano novinho em folha sempre desperta oferece ótima oportunidade para essa mudança e a consultora em organização Gabriela Brasil sugere alguns truques e lembra que organização e qualidade de vida andam lado a lado.

Ganhar espaço

A dica básica diz respeito aos cabides, detalhe que nem sempre se dá a devida atenção. Para facilitar a organização é fundamental optar por materiais resistentes e de boa qualidade, escolhendo modelos que sigam o mesmo formato e tamanho, posicionando todos na mesma direção, para que se acomodem o que resulta em ganho de espaço e evita danos nas roupas delicadas.

Gabriela Brasil acredita que "manter a harmonia visual é o primeiro passo para a organização, portanto, o ideal é usar cabides do mesmo formato e tamanho: assim é muito mais fácil enxergar e ter acesso ao que está dentro do armário.”
Cabides iguais e de boa qualidade: mais espaço no armário e nada de roupas deformadas

Desapego

Mas a consultora dá uma dica interessante para facilitar a identificação do que precisa entrar na lista do "desapego". Ela destaca a importância de dar novo destino ao que não é usado. As peças paradas no guarda-roupa impedem que a pessoa tenha uma real visão do que tem e do que de fato utiliza. “Um truque muito legal é o seguinte: quando arrumar seu armário coloque todos os cabides voltados para o mesmo lado. Na medida em que for usando as peças, vire o cabide. Depois de um tempo, analise quais não foram viradas e decida se você realmente precisa daquela roupa ou se ela só está ocupando espaço”, ensina.

Setorizar

Outro ponto fundamental é que as roupas precisam estar setorizadas, o que facilita encontrar rapidamente a peça procurada e também ajuda a montar os looks. Gabriela sugere agrupar as roupas por categorias "como regatas, camisas, vestidos, jaquetas e assim por diante”.  E organizar as peças por cores - calças, vestidos, camisas etc. já setorizadas - acomodando das mais escuras até as mais claras.  “Esses métodos são muito simples, mas ajudam muito, no dia a dia, na hora de encontrar peças com mais facilidade”, enfatiza.

Gabriela Brasil
Gabriela Brasil é graduada em Cinema e Mídias Digitais pelo Instituto de Ensino Superior de Brasília. Atua na organização de ambientes digitais, além de prestar consultorias e cursos para organização pessoal e empresarial. Especializada em Organização Residencial e Office pela OZ, de São Paulo, ela também é certificada em Administração do Tempo pela FGV, do Rio de Janeiro. Também é parceira da empresa Oz Organize sua Vida, a frente do Curso de Organização Digital para formação de profissionais de organização. Atualmente é profissional membro da NAPO – National Association of Professional Organizers (EUA). Mora em Palo Alto, na Califórnia, de onde atende seus clientes no Brasil via web.

The Container Store

O closet mostrado nas fotos deste post são TCS Closets, fabricados por The Container Store, loja norte-americana campeã quando o assunto é organizar. The Container Store já despacha para o Brasil.
Fotos closets: The Container Store 
Foto Gabriela Brasil: divulgação

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Verão: frutos do mar no reduto da carne

A temporada de chuvas em Brasília assegura que estamos em pleno verão. Pratos leves são a boa pedida, especialmente pós-festas de fim de ano. O restaurante El Negro, que ganhou fama pelos cortes de carnes bem preparados na parrilla, tem um cardápio especial para a temporada, com frutos do mar, pescados e saladas.
  A Palermo Hollywood combina rúcula ao dressing italiano, amêndoas em fatias e cesta de parmesão
O cardápio é servido nas duas casas - 413 Norte e QI 17 do Lago Sul. Entre as opções de salada ganha destaque a Ensalada de Quinoa (R$ 34,00), que combina o grão temperado com vinagrete e tomates sweet grape. Para quem não dispensa as folhas verdes, a Ensalada Italiana (R$ 23,50 a porção pequena e R$ 33,50 a grande), composta de muçarela de búfala, tomate sweet grape, tomate seco, azeitonas pretas, alcaparrones sobre rúcula e folhas baby e molho pesto cítrico.
Polvo grelhado ao ponto perfeito
Entre os frutos do mar do cardápio, meu favorito é o Pulpo, tentáculos de polvo na parrilha ao molho provençal, que sai por R$ 115,00, mas nos menu de peixes estão o tradicional Filé de Salmão (250g) na parrilla, temperado com ervas finas e limão siciliano (R$ 74,00) e o Filé de Robalo (R$ 94,00) com toque de limão siciliano e ervas finas. 
Filé de robalo ao molho de limão siciliano
Para acompanhar a melhor pedida é a Parrilla de Verduras (R$ 24,00) com palmito pupunha, batata, tomate cebola, abobrinha e berinjela.
Abacaxi na parrilla: agridoce
Se desejar sobremesa, vá de Piña a la Parrilla, suculenta fatia de abacaxi com calda de gengibre e hortelã fresca.

Fotos: Osvaldo Silva (divulgação)

El Negro - Lago Sul
QI 17 Edifício Fashion Park – Lago Sul
(61) 3365-1198

El Negro - Asa Norte
CLN 413 Bloco C Asa Norte
(61) 3041-8775

Horário de Funcionamento: de segunda a sábado das 12h às 15h e das 19h às 23h / domingo das 12 às 15h

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Designer Cristina Pessoa abre joalheria em Brasília

Cristina Pessoa ganhou fama internacional com as joalherias de temporada, abertas por ela nos verões de Trancoso, na Bahia. Suas peças de design limpo e delicado conquistaram celebridades e fashionistas. Depois de circular pelo mundo, escolheu Brasília, a cidade onde nasceu para abrir sua primeira loja no país.
Cristina Pessoa
Ela inaugurou ontem, no bairro do Lago Sul, um espaço que complementa sua visão do design de joia, despojado, mas sofisticado. As coleções do acervo de suas joias autorais passeiam entre o vintage e o contemporâneo, fortemente inspiradas pelo universo e formação da designer, as artes plásticas. Entre os destaques, a coleção-cápsula em ouro 18k ((amarelo e branco e também com brilhantes) que homenagea Brasília, inspirada nas linhas e curvas modernistas de Oscar Niemeyer.
Sua clientela famosa, colecionou a partir de 2010, quando escolheu o balneário de Trancoso como refúgio e endereço para expor as suas criações. O pingente em ouro ou prata que desenha a Igreja de São João Batista, conhecida como “Igrejinha do Quadrado”, se transformou em objeto de desejo entre os visitantes da praia no Sul da Bahia. Donata Meirelles, Bebel Gilberto, Fernanda Lima, Lenny Niemeyer, Evangelista Seiler, Angélica, Bianca Brandolini, Viviana Volpicella, Wilbert Das (Uxua Casa Hotel e ex-diretor critivo da Diesel) e o jogador de futebol argentino Sorin, estão na sua lista de de clientes.
Igrejinha do Quadrado, peça-talismã

Na coleção Brasília se destaca um pingente que reproduz as formas da primeira igreja construída em Brasília com assinatura de Niemeyer: a igreja Nossa Senhora de Fátima, a "Igrejinha", erguida  em 1958 na Entrequadras 307/308 Sul.
Pingente da Igrejinha de Brasília
A versão brasiliense da Igrejinha do Quadrado, a peça-talismã da designer, ganhou dois tamanhos em ouro rosa, branco e amarelo (também cravejados de brilhantes) e em prata. As outras coleções são: Vintage Memories, Geo, Vênus, Infinito, Noir e Trancoso, que exploram a riqueza e o colorido das pedras brasileiras e as formas da arquitetura e da escultura.
Cristina Pessoa

Cristina Pessoa entrou no universo da joalheria através do mundo da arte, resgatou a herança familiar no métier dos diamantes para criar sua marca homônima de joias contemporâneas. Nascida e criada na Brasília modernista de Oscar Niemeyer, dos 17 anos que passou no exterior, a maior parte foi dedicada à construção de um currículo de artes plásticas em prestigiosas escolas européias e morando em Los Angeles, Havaí, Salamanca, Florença e Barcelona. 

Ela imprime a composição cromática apreendida no estudo da pintura em suas peças, construídas em diferentes tons de ouro, amarelo, rosé, branco e negro, em harmonia com um colorismo delicado das pedras brasileiras, o uso do diamante, rubi, esmeralda e a variada gama de cores da safira.

As coleções, por Cristina Pessoa

Coleção Brasília

A mais recente coleção da designer, nasce das linhas modernistas de Oscar Niemeyer. Uma homenagem à sua cidade natal. Com ponto de partida através de uma lúdica paleta de cores, a coleção retrata o imenso céu de Brasília como uma pintura, que vai sendo invadida pelas linhas modernas de Niemeyer.  Ouro 18k e brilhantes traduzem a atmosfera moderna e simplista mas extremamente luxuosa da capital do Brasil. Uma cidade que traduz em seu urbanismo conceitos concretos de arte contemporânea. Nas pedras brasileiras, o colorido da cidade. Uma coleção forte de peças emblemáticas que a partir do know how da designer, refletem tradição aliada a modernidade.  

Coleção Vintage Memories

Uma viagem inspirada pelas jóias de família. A joalheria clássica è traduzida para o universo atual. Uma linguagem que transita entre o clássico e moderno traduzida em linhas puras e simplistas. Joias herdadas de família inspiraram a criação da coleção Vintage Memories, que revela criações em ouro 18k com pedras brasileiras e toques de rubi, safira e diamante, reforçando o diálogo entre o desenho contemporâneo e elementos de perfume vintage.

Coleção Geo

Fundamentos da escultura e a fusão da linguagem da joalheria clássica com a moderna para uma coleção de linhas retas, formas geométricas e possibilidades da composição. O domínio pelo desenho técnico e as questões de forma tamanho e posição relativa de figuras originou a criação da coleção Geo.

Coleção Vênus

A partir da clássica pintura “Vênus” do artista italiano Boticelli, a designer dá vida a coleção  que leva o mesmo nome da obra. Toda em ouro e pérolas, a criação da linhas por onde nascem as joias, partem de uma viagem aspiracional a história do nascimento da Vênus, retratada na obra de arte. No nascimento da Deusa clássica Vênus, esta emerge das águas em uma concha  sendo empurrada para a margen por Zafero, o vento oeste, símbolos das paixões espirituais, e recebendo de uma Hora, (as Horas eram as Deusas das estações), um manto bordado de flores. A concha como elemento central da coleção, vem cheia de simbolismos. O elemento simboliza fecundidade, nascimento e criação. Também simboliza prosperidade e renovação. Prosperidade e sorte.

Coleção Infinito 

Simplicidade e elegância. O Círculo signo da aliança e do infinito.

Coleção Noir

Morfeu tem habilidade de assumir qualquer forma humana e aparecer nos sonhos das pessoas como se fosse a pessoa amada por aquele determinado indivíduo. Na obra Metamorfose de Ovidio, Morfeu aparece vivendo numa cama feita de ébano numa escura caverna decorada com flores.  Esta explicação na obra foi ponto de partida  para a coleção Noir, composta de  tonalidades escuras da noite e elementos de sedução.O mistério da noite, a sedução e os passeios noturnos  por Paris inspiraram a criação da coleção Noir. Uma coleção que fala através de linhas e cores de mistérios e descobertas.

Coleção Trancoso

Coleção icônica da designer. As formas lúdicas das peças desenhadas à mão remetem à simplicidade cool do balneário baiano, que marcou o retorno da designer ao Brasil e o início da marca. Nela, encontram-se os anéis de coração e os pingentes de construções, características locais, com suas casinhas e a Igreja do Quadrado.

Fotos: Rafael Lobo e Cesar Rebouças

Cristina Pessoa Fine Jewellery
SHIS QI 9/11, bloco L loja 3
De segunda-feira a sábado, das 10h às 19h
61 3797-9075 / 3797-9074
info@cristinapessoa.com


PrettyNew Christmas Pop Up fica aberta até dia 23

A loja temporária do coletivo de marcas PrettyNew, comandado por Gabriella Constantino Foresti Leal e Maria Camilla Arnez Coelho Leal, ficará de portas abertas até o dia 23 de dezembro, com itens de grifes internacionais vendidos no site de brechó chic e produtos novos, além de marcas nacionais descoladas. O espaço funciona desde o dia 2, na Comercial da QI 13 do Lago Sul.
Entre as marcas brasileiras de destaque estão Batiche (batas e kaftãns); SUB (multimarcas de moda praia); Luiza Lauar (grife de roupas de couro de Goiânia); os acessórios e bijoux de As Marias de Carol; os convites e cartões da Papermint Papelaria.
 Coleção em couro de Luiza Lauar
 Maria Camilla e Gabriela fazem curadoria cuidadosa das peças seminovas
Estão disponíveis ainda os bolos e doces gourmet do Ateliê Mãe e Filha. O funcionamento é de 10h às 20h, de segunda a sábado, e domingo, das 12h às 18h.

Fotos: Telmo Ximenes 

Christmas Pop Up Pretty New
Datas: até 23 de dezembro
Local: SHIS QI 13, bloco A, Comércio Local - Lago Sul, Brasília
Horário: 10h às 20h, de segunda a sábado. Domingo, das 12h às 18h.
Aceita cartões de crédito e de débito
www.prettynew.com.br

domingo, 13 de dezembro de 2015

Giovanni Bianco faz a menina Anitta dançar para Arezzo

O diretor criativo Giovanni Bianco, uma das pessoas mais influentes no cenário da moda brasileira, com destaque internacional - há dez anos é o responsável por todo o material gráfico e de divulgação da Madonna - tirou mais uma jogada de mestre do seu "liquidificador de ideias e conceitos", como se define. Uniu dois clientes: a cantora Anitta e a marca Arezzo, com resgate de canção ícone dos "maduros" Novos Baianos.

A cantora foi seu trabalho de transformação mais recente, quando aceitou o desafio de mudar a imagem de funkeira para ídolo pop. Anitta precisava adaptar sua imagem de modo a agradar a todos os públicos que ela atinge, “das crianças à comunidade gay”, segundo ela. O carioca meio novaiorquino baixou sua varinha de condão e uma Anitta sexy-ingênua surgiu.

A parceria com a Arezzo para a campanha de fim de ano da marca vem coroar esse trabalho. Anitta aparece delicadamente produzida, enaltecendo as cores das festas de fim de ano da mais popular grife de calçados fashion da América Latina - branco e dourado. E cantando, com jeitinho inocente, a música "A Menina Dança", gravação original de 1972, no vinil "Acabou Chorare", dos Novos Baianos e mais tarde (2013) incluída na trilha da novela "Joia Rara", da TV Globo. Em sua interpretação, Anitta chega a pincelar um leve tom baiano, de Baby Consuelo em sua gravação pioneira, ao seu sotaque carioca (cuidadosamente lapidado).

Dirigida por Bruno Ingloti e com make/hair de Henrique Martins, Anitta canta, dança, mostra os produtos da marca e, com jeito dengoso ainda passa uma mensagem otimista em tempos tumultuados: "Liberte a menina dentro de você porque quando tudo 'tá virado, o jeito é dançar e celebrar a vida."


Até 24 de dezembro a Arezzo dá uma sapatilha de presente nas compras acima de R$ 500.00, entre 12 modelos, com cores e padronagens que variam de loja para loja.

A coleção

Giovanni Bianco

Giovanni, de origem humilde (pai feirante e mãe operária em uma fábrica de macarrão, que se conheceram em Santa Tereza, no Rio de Janeiro), trabalhou duro para conseguir o que queria. Passou dificuldades quando se mudou para Milão, aos 23 anos. Conseguiu trabalho no consulado brasileiro e finalmente chegou aos escritórios de comunicação visual onde começou a montar seu portfolio fazendo logomarcas e catálogos para galerias. Ele costuma enfatizar que não sabia nada de moda até conhecer Stefanno Gabbana e Domenico Dolce, que lhe deram sua primeira grande oportunidade - um catálogo da D&G, segunda marca da Dolce & Gabbanna. em seguida vieram Dsquared2 e Max Mara. 

Hoje, aos 50 anos, mora em São Paulo e tem o escritório GB65 em Nova York, onde atende grandes grifes. É dele os catálogos e campanhas da Prada e Miu Miu, Marni, Pucci, Zegna, Versace, entre tantos labels. Trabalha com fotógrafos da estirpe de Annie Leibovitz, Mert & Marcus, Inez and Vinoodh, Gui Paganini, Zee Nunes, Steven Meisel e Steven Klein, que lhe apresentou Madonna.

Em 2014, assinou o desfile da grife Versace para a Riachuelo, na São Paulo Fashion Week, com uma ideia brilhante: montou uma loja no fundo da passarela e, logo após o show, o público pode comprar as peças que acabara de ver nas modelos. O sucesso foi tanto que a gigante do varejo brasileiro vendeu toda a coleção disponível nas lojas em dois meses.

Mas não se engane, Bianco não fez fama e deitou na cama. Perfeccionista, sempre acha que pode fazer melhor, e continua trabalhando duro. Em uma entrevista a Camila Yahn para a FFW Magazine, em março último, sentenciou: "Ninguém nasce genial, a genialidade está no quanto você usa sua máquina de trabalho".

Fotos: Arezzo e reprodução