Sobre este blog

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Conceito de democratização da beleza de Dr Rey em Brasília

Personalidade da TV americana, vendedor do sonho da cirurgia plástica, o brasileiro Roberto Miguel Rey, conhecido como Dr Hollywood, chega a Brasília com a clínica de Estética Hollywood by Dr. Rey, com o conceito de beleza "ao alcance de todos". 

Rey e as franqueadas Luna Mirah, Tatiana Lisboa e a jornalista Adriana Nasser

Os empresários Luna Mirah e os irmãos Tatiana e Bernardo Lisboa, franqueadas da marca na capital, inauguram com a presença do próprio Rey, a primeira unidade na Capital, na 111 Sul. Com preços mais acessíveis do que a maioria das clínicas badaladas - sessões individuais a R$ 79,00 - a empresa está de olho em um segmento intermediário, que busca a melhora da estética facial e corporal com tratamentos não invasivos, de um mercado em franco crescimento - o da beleza e saúde, apesar da crise. 

Instalações da Asa Sul: culto à personalidade de Rey

O setor, que revelou crescimento acelerado nos últimos anos, ainda mantêm a previsão de crescimento de até 15% para 2015. O Brasil é o terceiro mercado mundial de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos, atrás apenas de Estados Unidos e Japão, e pode chegar à vice-liderança em 2017. Estar "bem apresentado" voltou a ser uma exigência do mercado de trabalho, da mídia e da própria sociedade, em que a falta de cuidado com o corpo passou a ser vista como falha grave. Hoje a oferta de produtos de beleza e higiene pessoal é muito mais ampla e os investimentos no setor devem dobrar para a tender ao aumento da faixa de consumidores das classes B e C, que ingressaram no mercado. 

Produtos próprios: redução de custos nos serviços e vendas garantidas

Novos produtos e serviços e inovações tem sido a grande alavanca, responsáveis por 35% do faturamento bianual do setor, assim, para manter essa performance, novidades são esperadas e é nesse nicho que a clínica recém chegada a Brasília aposta. A expectativa é de que o brasileiro gaste R$ 50 milhões em produtos de beleza e higiene este ano e que fique em destaque o público masculino, que já representa até 30% desse mercado, para quem a Estética Hollywood também está voltada. Baseada no know-how desenvolvido pelo médico-superstar, estrutura, treinamento contínuo e preços acessíveis, a clínica promete a democratização da beleza. Além de Brasília, grife já tem franquias em São Paulo (São 9 na capital e 4 no interior), em Manaus, Goiânia, Campo Grande e Rio Branco. A meta do grupo, entretanto, é bem mais ambiciosa: chegar a mil unidades em 5 anos.

Fotos: Rafael Lobo

Serviço:
Estética Hollywood  
Local: CLS 111 Bloco B Loja 26
(61) 3346 4052

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Palette Make B. em edição limitada

Conjuntinho prático e versátil, perfeito para viagem, o estojo de maquiagem Make B. tem dez itens entre sombras, blush, máscara para cílios, brilho labial, espelho e aplicadores, em cores altamente pigmentadas que, garante O Boticário, se adapta a todos os tons de pele.
A palette é edição limitada da linha premium de maquiagem de O Boticário e está disponível nas lojas, no e-commerce e com as revendedoras da marca.

Make B. Palette de Maquiagem Luxury Case
Preço sugerido: R$ 162,00
Cores altamente pigmentadas
6 tons de sombra
2 tons de blush 
Brilho labial rosa
Máscara para cílios preta
Espelho interno
Aplicadores de sombra e blush
Permite a criação de looks completos
Dimensões do produto: 17.5 x 4 x 12.5 cm

0800-413011


terça-feira, 14 de abril de 2015

PatBo na intimidade

A marca Valisere, originalmente uma fábrica tradicional de luvas na cidade de Val D'Lèsere, sempre foi sinônimo de qualidade e a notícia de uma parceria com Patrícia Bonaldi, estilista queridinha das celebridades, leva a crer que teremos produtos estilosos com durabilidade maior do que uma temporada. 


Acontece hoje o lançamento da coleção cápsula PatBo - marca mais jovem da estilista mineira, criada em 2012 - para a grife de lingerie. São onze peças, entre bodies, shortdoll, robes e, claro, conjuntos de lingerie para combinar. As estampas, combinadas com rendas e tule, foram inspiradas na coleção de inverno da PatBo, levada à passarela durante o SPFW em novembro do ano passado. 


O resultado é alegre, levemnte sexy e jovem. E os preços são simpáticos, a partir de R$ 59,90. Podem ser adquiridas no site da Valisere, lojas próprias, franquias e multimarcas. Em Brasília, a Valisere vende exclusivamente em loja no bairro Sudoeste, comandada pelas empresárias Vania Kouzak e Jô Maraes, que trabalham um mix de produtos do grupo Rosset, como as moda práia Água Doce e Classic.




Sobre a Valisere

A entrada da fábrica de luvas francesa no mercado de moda íntima feminina aconteceu em 1913, quando os filhos da proprietária, Madame Auguste Perrin, decidiram expandir e durante a década de 30 levou a marca para outros países. A Valisere chegou ao Brasil em 1934, trazida pelo Grupo Rhodia, que revolucionou a moda brasileira, introduzindo fios e tecidos novos na indústria de vestuário. 

O grande salto entretanto, foi a aquisição da empresa em 1986 pelo Grupo Rosset, importante fabricante de tecidos de malharia com lycra da América do Sul, fornecedor de matérias primas para as principais confecções do país e detentor de maquinário e materiais exclusivos. A tecnologia de ponta e a absorção de tendências internacionais, adptadas ao gosto brasileiro garantiu a conquista do mercado local e campanhas publicitárias bem sucedidas reposicionaram a marca, voltando-a a um público mais jovem. "O primeiro sutiã a gente nunca esquece" foi um desses marcos. Em 2010, novo reposicionamento, com investimento em tecnologia e ampliação das linhas de produtos. A marca norte-americana Triumph detem hoje a propriedade da Valisere francesa.

Ficha técnica da campanha Coleção cápsula PatBo para Valisere:
Modelo: Barbara Cavazotti
Fotógrafo: Zee Nunes
Stylist: Pedro Sales
Beleza: Rodrigo Costa


Valisere –Brasília
CLSW 302, Bloco B, lojas 4 e 6
Fones: 61 3028 1177 / 8150 0201
www.valisere.com.br


segunda-feira, 6 de abril de 2015

Mostra celebra Bottega Veneta Knot bag

Bottega Veneta monta um petit museum em celebração à icônica Knot bag
Com presença de clientes e convidados especiais, Bottega Veneta celebra uma das bolsas mais icônicas da marca: a Knot

A Bottega Veneta recebeu, nesta quarta feira 1º de Abril, na boutique do Shooping JK Iguatemi recebeeu, uma exibição inédita no Brasil composta por clutches Knot especiais e de diversas coleções. O espaço foi inteiramente decorado com peças vindas da Itália exclusivamente para a ocasião, oferecendo aos convidados, inclusive, a oportunidade de adquirir peças icônicas e de edições limitadas da tão desejada clutch.

Durante o evento, parte das vendas das peças foi revertida para o Projeto Fabianinho, programa cultural sócio educativo, que assegura a crianças e adolescentes o direito à vida, saúde, alimentação, educação, lazer, respeito, profissionalização, liberdade e proteção contra a exploração e crueldade.
Dentre os convidados estavam Maythe Birmman, Sofia Alckmin, Kika Riveti, Cris Tamer e Beto Pacheco. O evento contou também com a presença de Donata Meirelles e Barbara Migliori, Editora de Estilo e de Moda da Vogue Brasil.

Na próxima quarta-feira, 1º de abril, a partir das 16h, a boutique do Shooping JK Iguatemi receberá, uma exibição inédita no Brasil composta por clutches Knot especiais e de diversas coleções. O espaço estará inteiramente decorado com peças vindas da Itália exclusivamente para a ocasião, algumas delas estarão, inclusive, à venda.

Neste dia, parte das vendas será revertida para o Projeto Fabianinho, programa cultural sócio educativo, que assegura a crianças e adolescentes o direito à vida, saúde, alimentação, educação, lazer, respeito, profissionalização, liberdade e proteção contra a exploração e crueldade.

O evento contará com a presença da Donata Meirelles e Barbara Migliori, Editora de Estilo e de Moda Vogue Brasil.

A exibição das peças de acervo da marca acontece quarta-feira, 1 de abril, com exclusividade na loja da Bottega Veneta no primeiro piso do Shopping JK Iguatemi, em São Paulo.

terça-feira, 31 de março de 2015

Chopp bem tirado

O chopp mais famoso do Brasil finalmente chegou a Brasília. Ocupando o privilegiado local onde antes esteve o restaurante Antiquarius, a choperia Pinguim, é a operação certa para o Espaço Gourmet do ParkShopping.


Além de refeições completas, as comidinhas de boteco e o chopp bem tirado são sucesso garantido para completar as compras. A cozinha não fecha entre o almoço e o jantar, e vai fechando em etapas, primeiro a estação de pratos quentes, depois os sanduíches e o chopp é a última etapa a fechar, geralmente à 1 da manhã. Esta é a quinta operação da casa inaugurada em 1936 em Ribeirão Preto. Além de três endereços na cidade paulista, está presente em Belo Horizonte e ha pouco mais de um mês em Brasília.


A lojinha de souvenires é outro atrativo, especialmente pelos charmosos pinguins, que têm preços bem acessíveis, por volta dos R$ 20,00.


A casa ainda precisa de alguns ajustes na cozinha, mas José Paulo Tonetta, um dos sócios do empreendimento, acompanha de perto as primeiras semanas da nova casa, em um esforço para garantir o padrão de qualidade e serviço do estabelecimento original. Os garçons são atenciosos e o chopp, claro, perfeito. O chopp escuro é denso e possibilita combinações com o claro, na intensidade e no "colarinho". 



O Pinguim serve chopp Antarctica, em uma parceria que começou quando a choperia se estabeleceu ao lado da fábrica de cervejas da Antarctica. O Guaraná Antarctica, assim, também está garantido. E para os que tiverem a missão de "amigo da vez", a casa tem cerveja sem álcool.
História do Pinguim
Em meados da década de 30, Ribeirão Preto, interior de São Paulo, diversificava suas atividades e já mostrava vigor após o crash da Bolsa de Nova York, em 1929, que tirava poder mas não o charme da capital do café. Um imponente prédio, o Edifício Diederichsen, um dos principais do interior do Brasil, estava sendo construído no coração da cidade. Antes da inauguração oficial deste marco arquitetônico de Ribeirão, em 1937, um misto de bar com choperia abria suas portas no térreo do edifício em acabamento, no dia 29 de agosto de 1936, sem grande alvoroço, bem na esquina das tradicionais ruas Gal. Osório com Álvares Cabral.



Administrado inicialmente por Clementino, conhecido como Alemão, já em 1943 a choperia passou para o comando do Sr. Nicolas de Miranda, que ficou cerca de 20 anos à frente da casa, passando para Albano Celini em 1964.
Desde o início, muitos mitos já cercavam o Pinguim, o novo ponto turístico da cidade, que recebia desde artistas e esportistas, a políticos e presidentes da República. A marca ampliou seus horizontes, passando a ser conhecida também no exterior, difundindo a famosa história do “chopeduto”, que ligava a casa até a cervejaria Antárctica, localizada a algumas quadras. Em 1977, nascia a primeira cria, O Pinguim II, localizado na esquina em frente, bem ao lado do majestoso Theatro Pedro II, no chamado Quarteirão Paulista.
Profissionalização
No início de 1984, o Pinguim foi adquirido pelo grupo que o administra até os dias de hoje, com atuação em vários segmentos da área de alimentação, e adotou um modelo mais profissional de gestão. A casa firmou-se, também, como restaurante e consolidou sua fama como uma das choperias mais famosas do Brasil, bem como o grande embaixador de Ribeirão Preto para o país e o mudo. Na segunda metade dos anos 90, o Pinguim alçou voos e inaugurou, em 1997, sua unidade no Ribeirão Shopping e em 1999, a casa no Santa Úrsula Shopping, ambas em Ribeirão Preto.
O Pinguim reformou sua antiga unidade II em 2001, dando a ela ares das décadas de 30 e 40, e implantando um espaçoso e diferenciado salão de eventos no primeiro andar do histórico Quarteirão Paulista. Incrementou em suas lojas de souvenir uma série de novos produtos. Agregando, assim, ainda mais valor à linha de produtos com a assinatura Pinguim. A marca também ganhou recentemente o “Pinguim Fest”, uma moderna e compacta infra estrutura móvel para eventos em casas, sítios, empresas e outros locais de comemoração.
Com mais de sete décadas de história, o Pinguim recebe em Ribeirão Preto, cerca de 1 milhão de clientes por ano e chega a vender neste período, aproximadamente 3 milhões de tulipas de chopp.


Fotos: Telmo Ximenes
Choperia Pinguim – Espaço Gourmet do Parkshopping
(61) 3042 1070
www.pinguimochopp.com.br
Funcionamento: de segunda a domingo,  das 11h à 1h da manhã
Preço médio por pessoa: R$ 60,00
Tulipa de chopp Antarctica: R$ 7,20


quinta-feira, 26 de março de 2015

Conteúdo precioso na mala

Famosa pelas embalagens de design inovador, a champagne Veuve Clicquot já pode ser encontrada no Brasil na metálica Clicquot Suitcase, inspirada em uma mala de viagem. Uma maneira divertida, leve e elegante para transportar seu champagne Veuve Clicquot.


O tom prata ganha contraste com a alça “yellow Clicquot” em couro, símbolo do cometa da Veuve Clicquot, e com detalhes em amarelo. O novo estojo que pode ser reutilizado para transportar nova garrafa da Veuve Clicquot Yellow Label, mantendo a temperatura da bebida, ou ser transformado em objeto de design decorativo ou para o uso que a imaginação descobrir. 




Preço: R$ 355,00 (Estojo Suitcase + garrafa de Veuve Clicquot Brut 750 ml) 

SAC LVMH: 11 3062 8388

segunda-feira, 23 de março de 2015

Rubi Rouge

A designer de joias Emar Batalha também é embaixadora da grife francesa Guerlain no Brasil, uma das mais antigas Casas perfumistas do mundo. E foi no batom Rouge G, que ela se inspirou para criar uma coleção capsula com peças ricamente montadas em Rubi. 

Vermelho rubi: nas joias de Emar Batalha e no batom de Guerlain

O lançamento acontece na tarde desta terça-feira, dia 24, das 15h às 19h, em petit comité, para cinqüenta convidadas, na loja da marca em Brasília, no Lago Sul. Para a ocasião, estarão em Brasília a maquiadora oficial da Guerlain no Brasil, Giovana Leddomado, e America Lopez, brand mananger da grife. A anfitriã é Karinne Pantazis, empresária da Emar Batalha na Capital.


Emar Batalha explica a relação de suas peças com o batom por conter pó de rubi na fórmula  e pela embalagem ter sido assinada por um joalheiro, Lorenz Bäumer, que buscou inspiração nas bolsas femininas da década de 30. "Naquela época as mulheres guardavam suas maquiagens como joias preciosas", acredita Emar.


Na gama de cores do Rouge G, a joalheira escolheu o vermelho intenso e brilhante do tom Gracy (cor 76) para associar às pedras Rubi, que ela com binou com safiras brancas, montadas sobre ouro branco e amarelo. São cinco peças, que chegam simultaneamente às lojas da marca em Brasília, São Paulo, Vitória e Salvador. 

Guerlain

Fundada em 1828, a Guerlain é inteiramente dedicada à criação original, ousadia e a busca pela beleza. A riqueza de detalhes é sinônimo de Guerlain, através da escolha das matérias primas da mais alta qualidade e tenacidade perfeita nas fragrâncias. 


A Maison Guerlain ocupa o número 68 da Avenida Champs-Elysee e, além de ser a primeira marca de maquiagem do mundo, conta com outras criações emblemáticas em seu portifólio, como o perfume Shalimar, criado em 1925, e o Terracota que revolucionou a maquiagem nos anos 80. O diretor criativo da marca, Olivier Echaudemaison e seu perfumista Thierry Wasser, hoje a frente da marca, dão sequencia ao legado da Maison de excelência e inovação.

Fotos: Cortesia Emar Batalha e Guerlain

Emar Batalha
SHIS CL QI 17, bloco G, loja 212
Edifício Fashion Park, Lago Sul - Brasília